Carlos Alberto Machado – poemas (001)

DO MAU VINHO NÃO SE FAZ BOA AGUARDENTE 

Ainda acontece confundir um poema com um jantar society

na tasca do bairro alto onde um bacalhau estragado com natas

é traficado como obra-prima de chef de renome internacional

ainda acontece confundir a amizade com a mesa partilhada

com um incerto poeta de bairro à cata da ventilação certa

a moral da história poderá ser do mau vinho

não se faz boa aguardente.

Inédito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s